terça-feira, 16 de setembro de 2014

#Sessão de autógrafos: Christina Lauren!

Heey seus lindos e lindas tudo bem?? E a semana como esta indo?? Espero que bem!
Entãão hoje eu estou aqui finalmente para contar pra vocês, um pouco atrasado claro, como foi a sessão de autógrafos com as muito fofas, autoras da serie Cretino Irresistível e da nova serie Selvagem Irresistível (novamente prefiro os títulos originais) as autoras Christina Hobbs e Lauren Billings!
   
Gente, tenho que dizer que o que foi magico de conhecer as duas, que por sinão são uma simpatia só, passei de nervoso com a falta de organização da Saraiva!
Pra começar, foi publicado na pagina do evento, que você poderia levar os livros já que você tinha para poder elas estarem autografando, cheguei lá com o meu e adivinha?? Só podia ganhar a senha pra sessão quem compasse NO DIA o novo livro delas. Quando fomos debater sobre o que estava no site, cada hora algum e vinha com alguma informação diferente, ou melhor a falta dela e acabou que tive que comprar o novo livro delas, nenhum sacrifício, até porque ele já estava na minha lista de desejados, mas alem de estar o olho da cara foi uma tremenda de uma propaganda enganosa e que pegou muita gente de surpresa =//

Outra coisa também, na verdade uma critica pessoal ( ou seja o que eu acho antes que joguem pedras e me xinguem por ai) é que a maioria dos fãs ali levaram todos os livros da serie, ou seja 6 livros mais o novo para elas autografarem, então o que era pra ser um evento relativamente rápido depois da chegada delas, e eu era a numero 15 da fila, levou quase duas horas pra chegar a minha vez!
Gente eu entendo ser fã, também adoro o trabalho delas, mas acho uma falta de consideração fazer elas ficarem todo esse tempo com uma unica pessoa pra autografar tudo e quando o pessoal da organização percebeu que ia demorar muito, muita gente tipo eu, só pode tirar uma foto correndo e ainda fui apressada o que só me permitiu algumas palavras com elas.

Tirando tudo isso, foi muito legal estar perto delas *-*
Elas perguntaram sobre meu personagem favorito, que claro é o Bennet, falei sobre o quanto eu adoro a Chloe e as calcinhas do poder dela \O/
E mais lindo elas me acharam fofa *___* e eu explodi em arco iris quando consegui meu autografo delas \O/
Lindo né??
E sem mais enrolação, minha foto ostentação para queda de muitos forninhos, eu e as divas só sorrisos *0*

Minha cara de pura emoção, e eu tremia meu deeus XDD
HAUHUAHUAHAHUA
Boom é isso seus lindos!
Bjos e até a próxima o/
#Lih_maria

domingo, 14 de setembro de 2014

#Sábado à Noite 2 - Dos bailes para a fama

Oi, humanos! 
Já vou avisando que sou suspeita para falar sobre SAN a trilogia, pelo motivo de que: há exatamente um ano atrás, eu conheci pessoas adoráveis: donas desse blog, autora do livro e o Bruno. Além de conhecê-las, era a primeira autora que eu conheci e a Babi Dewet e sua equipe eram super simpáticos. Na hora, eu estava ansiosa, atordoada e meio deslocada por estar sozinha, quando comecei a conversar com outra garota super simpática também, que usava óculos e estava atrás de mim na fila, conversei com ela, seu nome era Ligia; e depois de mais conversas, dias depois: puft, ela e sua amiga me chamaram para entrar no blog delas chamado: Chá com bolacha. Então, Sábado à Noite, pode ser um livro que me fez identificar com a Amanda, amar os marotos e valorizar os amigos, mas também tem um significado maior ainda. Valeu, Babi.



Sinopse: Segundo livro da trilogia que mostra como Amanda vai enfrentar o resultado de seus erros e amadurecer. Bastidores de uma adolescência regrada a amigos, paintball, festas de madrugada e muita música com um festival que vai abalar a banda mais famosa da cidade!


Atenção: a partir daqui pode conter spoilers!  

Humanos, me processem, eu não odiei o Daniel pelo que ele fez, nem odiei a Amanda, na verdade, fiquei com pena deles e gritei mentalmente um belo: “BURROS”. Mas como diz o livro: “Há males que vêm para o bem” e se vocês estão pensando em não ler SAN2, por não terem gostado de SAN, aviso: é muito melhor que o primeiro. “Sábado à Noite 2 – Dos bailes para fama” vai continuar exatamente do final de SAN.



“Eu não sei como te dizer isso, mas todo sábado à noite é meu motivo para te ver.”


Após a noite incrível no baile do colégio, com direito a descoberta de que os mascarados eram os encrenqueiros mais odiados do colégio: os Marotos e um beijo de cinema entre Daniel e Amanda, ficamos com a expectativa que, depois de tantas confusões, o casal finalmente se acertasse, porém no final, a garota popular acorda sozinha na cama no outro dia com a mensagem de Danny dizendo que ele irá para o Canadá. E essa confusão sobre Daniel partindo e deixando tudo para trás, incluindo os bailes, é só o começo. Amanda escolheu não machucar sua amiga, mas acabou machucando todos, inclusive a si mesma.

Mandy apesar daquela pose fútil, ela é a melhor amiga que alguém pode ter, colocou a felicidade da amiga acima da dela, mesmo que isso custasse o cara que ela amava. Mas não é isso que as amigas pensam, ficando chateadas com a garota, por ela não ter contado, com exceção de Anna que sempre está tentando ajudá-la e defendê-la. Além de aguentar as amigas e seu melhor amigo afastados, terá de aguentar os insultos por ser a causadora da expulsão de um Scotty, e acabado com a banda e os bailes de sábado. Mas ela provará a todas que é muito melhor do que eles acham. E ela não está sozinha, Kevin está lá para sua mocreia e crescer junto com ela após assumir a sua sexualidade.

“Ele foi o único que esteve ao lado de Amanda o tempo todo. Nem eu falei muito com ela durante esse tempo. Kevin é bem legal, apesar de meio fresco.” 

SAN2, é aquele livro que eu leio quando não estou bem e me faz pensar: vai ficar tudo bem, é só a adolescência, e me faz repensar e crescer com ele. E que comprova aquilo que Mario Quintana disse: “O segredo é não correr atrás das borboletas… É cuidar do jardim para que elas venham até você.” Depois de várias lágrimas, pena da Amanda, ela se fortalecendo, e raiva dos seus amigos e apaixonada pelo Kevin como amigo dela, nós podemos aos poucos ver o grupo de amigos se juntando, além do crescimento dos personagens. E ai, é só amores...

Não se preocupem se vocês não curtem o casal confusão principal, temos muito espaço para todos os personagens sem ficar cansativo (até a Lih ficou feliz, pois ela é apaixonada pelo casal doce de coco e pela Guiga). Guiga e Fred nos proporcionam momentos de fofura eterna, o casal doce (Rafael e Maya) nos fazem rir, Carol e Bruno nos faz ter vontade de entrar no livro e empurrá-los, Anna e Caio foi o casal mais lindo, quase ganhando da Guiga e do Fred; e Amanda e Daniel naquela enrolação de sempre, mas sempre nos fazendo soltar um "awn". SAN pode até ter sido o foco sobre Amanda e Daniel, mas em SAN2 não foi só sobre o romance dos dois, foi também sobre a verdadeira amizade, o perdão, o aprendizado com os erros e muita música.

Mas se vocês acham que a confusão acaba, sentem-se e voltem a ler: Daniel está de volta e um festival está chegando, onde muitos sentimentos voltarão a tona e essa é a chance dos casais, principalmente de Daniel e Amande, de se acertarem.

 Quando achamos que está tudo uma maravilha, quase tudo certo, novamente acontece a melhor coisa e a pior também, aos Scotty, que vocês só saberão ao lerem. E que nos proporcionará mais momentos de fofura.

Eu não sei se a minha carreira importa mais do que a Anna” Caio.

"-Pensei que estávamos bem como amigos e...
 - NÃO QUERO SER SEU AMIGO! Não queira ser minha amiga, por favor..."


  Enfim, SAN2 pode até ter uma pegada um pouco clichê, parecer um livro apenas para adolescentes, mas a Babi soube juntar, por exemplo, a minha juventude com a da Ligia, soube descrever os sentimentos, soube nos fazer chorar, gargalhar, nos apaixonar e ter a vontade de sair e começar a esmagar seus amigos dizendo o quanto eles são especiais para você. Não tem tantos quotes, porque ela criou um livro de momentos onde vivíamos e também porque se eu colocasse, iria colocar quase o livro inteiro. Ah! E para quem não sabe ele tem uma trilha sonora, gravada pela banda DeLorean, vocês podem ouvi-la aqui .

 É isso gente, espero que gostem, pois eu amei e to com a continuação aqui já, mas vou esperar um pouco para ler SAN.

Um beijo,
Arissa. 

sábado, 6 de setembro de 2014

#Estilhaça-me

Oi, humanos! Tudo bem?
Sei que eu to sumida, alguém sentiu a minha falta? Não? Ok hahah
Então, finalmente tomei vergonha na cara e vim postar! To enrolando com essa resenha a meses, mas finalmente vim aqui!
Prometo que vou tentar postar mais! E preparem-se para se estilhaçarem com esse livro:



Sinopse: Ninguém sabe por que o toque de Juliette é letal, mas o Restabelecimento tem planos para ela. Planos para usá-la como arma. Mas Juliette tem seus planos. Após uma vida inteira sem liberdade, ela descobriu uma força para lutar contra todos pela primeira vez — e para obter um futuro com o único garoto que ela pensou que fosse perder para sempre.







 Estilhaça-me é uma distopia, onde o mundo está divido em 3.333 setores, governado pelo Restabelecimento, que era um movimento internacional, com o intuito de restaurar a paz, só que de um jeito estranho: decidindo destruir tudo para restabelecer a sociedade. É um mundo cinza, vazio e misterioso.

 O livro é narrado pelo ponto de vista de Juliette, que está presa há mais de 260 dias em uma “cela”, totalmente isolada, sem nenhum contato com o mundo, o motivo? Ela pode matar apenas com um toque. E com esse dom, após ser libertada do cubículo, ela irá descobrir se quer ser a arma ou lutar contra o Restabelecimento. E nessa encrenca, ela se verá envolvida com Warner e com Adam.

 "-Você não é normal. Está na hora de parar de fingir. Você não precisa mais ser bondosa. Você pode destruir todos eles." - Warner 


"-Warner está errado sobre você. Ele quer que você seja alguém que você não é... Ele quer que você pense que é um monstro." - Adam


 Os personagens são realmente cativantes, me envolvi com a leitura, no começo pode até ser um pouco tedioso, pois Tahereh detalhou bem e relembrou o fato que ela estava presa em um cubículo, mas quando você vê a leitura cansativa, se tornou intensamente interessante e em cada página um segredo revelado, e olha que esse livro tem muitos segredos. E quando vi já estava quase no final.

 Eu nem preciso cometar que estou apaixonada pelo Adam não é? Ainda mais quando os segredos do passado dos dois aos poucos vão sendo revelados... Ele ajuda a Julie (intimidade) até o final, e não é aquele ajudar que te deixa com sensação de friendzone sabe? É um ajudar do tipo... Foda.

Warner pode até ser o líder do setor 45, mas é impossível não gostar dele também. Ele quer que Juliette se junte a ele na liderança, conseguindo assim com que todos os respeitem por ter uma pessoa tão poderosa ao seu lado. Mas há muitas coisas na história além de apenas esse o motivo.

 E logicamente, uma história envolvente, tem que ter um final surpreendente, (rimou) tô louca pra continuação e saber sobre o Ponto Ômega, que vocês terão que ler para saber sobre. Ah, quase ia esquecendo os outros personagens que no finalzinho vieram e mostraram que "Liberta-me" (continuação de Estilhaça-me) promete mais ainda. 

Citações:
“É como uma pessoa que está esvaziando os bolsos sobre a terra e [...] parece não se importar com o fato de que as gotas de chuva estouram quando atingem o solo, de que elas estilhaçam quando chegam ao chão, de que as pessoas amaldiçoam os dias em que as gotas ousam tocar sua porta.
Sou uma gota de chuva.
Meus pais esvaziaram seus bolsos de mim e deixaram-me evaporar sobre uma laje de concreto.”

Há segredos por todos os lugares. Não há respostas em lugar nenhum.” 

A Lua é uma companheira correta.
Ela nunca se vai. Está sempre lá, observando, constante, reconhecendo-nos em nossos momentos de luz e escuridão, em constante transformação, assim como nós. Todos os dias uma versão diferente dela mesma. Às vezes fraca e lívida, noutras forte e cheia de luz. A Lua compreende o significado de ser humano.
Inconstante. Solitária. Esburacada de imperfeições.


"Na ausência de relacionamentos humanos, criei laços com as personagens de papel. Vivi amor e perda por meio das histórias enredadas na história; experimentei a adolescência por associação. Meu mundo é uma teia entrelaçada de palavras..."

"Eles querem apagar todas as pontuações de minha vida nesta terra e eu não acho que posso deixar isso acontecer"

Arissa. 

terça-feira, 2 de setembro de 2014

#Bienal do Livro SP 2014 - parte 3!

Oii humanos!! 
Aqui é a Arissa =DD
Sim! Nós fomos na bienal e voltamos com vários livros pra resenhas, juro que vou postar mais! Hahaha 
Enfim, humanos, vim a pedido da Lih, pra fazer uma pequena lista de pontos positivos e negativos da Bienal 2014, então, vamos lá:

•Pontos positivos:
  A credencial de blogueiro, só amores com isso, que facilitou muito a minha vida.
  Ônibus gratuitos que tinham quase de 5 em 5 minutos, e não eram qualquer ônibus não, eram seguros e confortáveis.
  As estreias sensacionais que me deixaram com uma dorzinha no coração por não ter mais dinheiro pra comprar =/ 
O aplicativo!! Gente aquele mapa me salvou de ficar perdida várias vezes! 
  Livros com descontos! Livros de 30 tava 10!

  

•Mas como tudo na vida, tínhamos também os lados negativos: 
O que foi aquilo de Comix, Arqueiro, Intrínseca, Novo Século, Novo Conceito, Panini, Record, Saraiva, tudo pertinho? Meu Deus, aquilo tava horrível , sério, você só seguia e andava. Não aguentava mais; era uma aglomeração de pessoas, sem contar quando foi o Maurício de Souza na Panini, nem comento. Esse fato, ajudou em teoria, não vou negar, não ficou difícil de encontrar as editoras que você queria, mas tava com dor de cabeça no final.  

Sei que é óbvio que nem em todos os lugares os livros vão estar mais baratos e enfim, mas vi alguns livros em que na saraiva estava 40, e na bienal 48, ainda colocaram "desconto" pra fazer por 40... Eu realmente olhei aquilo e fiquei: o que? Mas fazer o que, é a vida, a gente espera. 
Algo que em 2012 foi a mesma coisa: sem sinal. Seja de celular, de máquinas de cartão, nenhuma tinha. E o que em consequência, era ruim, era o fato das editoras avisarem em cima da hora que o autor estava naquele stand ou uma promoção tava acontecendo, não dava pra entrar na internet ali, então perdi alguns por isso ): 
Pontos positivos ou negativos, a bienal foi sensacional e cheia dde livros pra colocarmos resenhas! 
E aqui vai meu saldo da Bienal =DD
E claro que eu também consegui vários mimos e brindes *___*
Um beijo!
#Arissa

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

#Bienal do Livro SP 2014 - parte 2!

Olá pessoal, aqui é a Ana falando (pera ai que eu to tirando a poeira de cima do meu nome) ... Olhaa eu aquiiii \O/ .. uhuulll ... vida de concurseiro é isso ai... mas to bem .. to viva e vamo que vamo...

Mas o foco aqui é a Bienal. Ahhh como eu queria ter desfrutado mais dessa edição, já que meu queridíssimo Harlan Coben estava entre os convidados, maaaaaaaaaaaaaaaas fiquei só na vontade. Enfim, dramas a parte, fui somente um dia à Bienal e tive que ir em dia de semana, pois no sábado (primeiro Fim de Semana) estava pior do que a Estação da Sé em horário de pico em pleno nove horas da manhã .. O.o ... voltei para a minha humilde residência ... desorientada.

Mas na quarta feira ainda havia uma muvuquinha marota, muita excursão de escola ... O que até certo ponto tirava a minha paciência, aquelas crianças correndo sem rumo e sem olhar para frente. Enfim, consegui desfrutar de poucas promoções e essa já não a primeira vez que reclamo dos preços da Bienal, pois supostamente era para estar com preços mais acessíveis do que os do cotidiano, mas não era essa a realidade. Sai de lá com apenas quatro livros que foram verdadeiros achados e me senti muito foda de sair de la com tudo isso, pagar a entrada e gastar apenas 40 reais. Poderia ter desfrutado mais, mas não havia nada mais acessível.


Comida nem preciso falar neah,  até pq um pão de queijo custar R$4,50 é uó; Desta vez estava prevenida e levei comida de casa. Ahhh e levei água também, já que os boatos de falta de água nos bebedouros estavam corretas. Um calor desgraçado e sem água, só acho que isso era para forçar as pessoas a gastarem com água.. outra facada no rim.

Mas fora isso pude desfrutar de momentos muito engraçados, felizes e descontraídos com as amigas, alguns autores e funcionários das editoras.

Como disse, não tenho muito o que falar desta edição, pois só fui em um dia. Mas valeu muito a pena. E que o sonho de ir em 2015 para a Bienal do Rio se concretize \O/.

E o saldo total dessa Bienal foi esse:
Beijos gente!
#Ana Paula

terça-feira, 26 de agosto de 2014

#Bienal SP 2014 - parte 1!

Heeey seus lindos tudo beem?? Como passaram fim de semana?? 
Eu sei como eu passei o meu: passei na Bienal 2014 em SP \O/
Ahhhh e tenho que dizer que eu estava animada, mas foi muuto mais incrivelmente magico do que eu esperava *___* e não pelas compras, nem pelos famoso, mas principalmente por causa da companhia e foi um fim de semana muuito especial para mim *___*
Para começar, Sexta chegaram do Rio de Janeiro o pessoal lindo do grupo no wtts do 50 Tons de Hospício e caramba vocês são de mais <33
Então aqui em casa ficaram hospedadas a Cris e a Nati e meninas eu acho que vocês tinham que ir embora só na semana que vem U___U eu estou morrendo de saudades já e eu estou aqui rindo sozinha lembrando da zuera que foi tudo <33
Agora sobre o evento da Bienal, eu fui esse fim de semana e meu deeus quanta coisa!
Ahhh e o mais top ostentação aqui é que o Chá com Bolacha foi como credenciado, olha como a gente é importante ;DD

São vários estandes de diversas editoras diferentes, mas infelizmente o espaço ficou meio que a desejar, já que alguns estandes eram muito maiores que outros e deu a impressão de que ficou tudo muito apertado e foi aquela divisão de calor humano entre todo mundo.
Sábado foi particularmente o dia mais cheio, por motivos de que tivemos muitos autores internacionais fazendo sessões de autógrafos, entre eles a Cassandra Clare autora da serie Os Instrumentos Mortais, Kiera Cass de A Seleção, Harlan CobenHugh Howey autor de Silo. Para todos esses autógrafos teve que pegar senha e alguns já tinha fila para pegar a senha desde as 6 da manha, então não foi dessa vez para mim =//.
Mas chupa sociedade, eu vi de pertinho o Harlan Coben lá, e mesmos em autografo já foi emocionante poder estar tão perto dele e ver o o quanto ele foi atencioso com todo mundo, já que mesmo quem não pegou senha ele tirou foto e deu alguns autógrafos também <33 Ele foi super paciente e agora sou mais fã dele que nunca *-*
E haa eu tirei uma foto dele ;DD
Eu nem me atrevi a pensar em pegar autografo da Cassandra por motivos de que já tinha acampamento na porta desde o dia anterior por causa dela e acabou que por causa da falta de organização do evento, teve tumulto e choradeira, mas depois teve bate papo com ela e foi um show de gritos histéricos e lagrimas. Eu gosto dela, mas infelizmente os fãs dela eu acho complicado, perdoem se eu falo de mais, mas serio, ela respirava e o tinha desmaios do povo! Bom vai de cada um e fico feliz que ela veio e prestigiou os fãs dela. E a foto que eu tenho dela é do telão mesmo xD
Sobre os estandes, muito cheios e poucas promoções!
Algumas editoras tinham uns descontos, mas não compensavam pelo preço do livro, já que não mudava muita coisa e teve lugar que nem mudança no preço teve, então, eu juro que procurei economizar o máximo possível e indico muito o estande da Geração, porque lá é onde esta tendo os melhores preços e livros muito bons. 
O que eu adorei de verdade foi os marcadores, que eu fiz a festa \O/ peguei alguns outros brindes também e ganhei depois do evento da Editora Arqueiro a ecobag linda do novo livro do Coben <33 
Tivemos é claro alguns problemas, como a queda do sistema de cartão em horas de grande movimento, a falta de água em bebedouros, o preço absurdo para comer lá dentro e os mesmo problemas que sempre tem.
De resto só posso dizer que me diverti pacarai e valeu muito a pena, tanto que agora eu estou aqui em casa e fazendo aquele recapitula de tudo e nem acredito como foi bom *____*
Eu conheci varias blogueiras que só conhecia pela internet e elas são o máximo, uma mais incrível que a outra e vou guardar esse fim de semana no meu coração com muito carinho <33
Gente muuito obrigada por compartilharem isso comigo viw \O/
Ahhh e aqui vai meu saldo de livros da Bienal *____* (por enquanto, porque eu ainda volto lá essa semana)
Gente eu vou dividir esse post em duas partes, então essa vai ficar sendo a primeira! A parte dois, é só com as fotos do fim de semana e as novas fotos essa semana também, então continuem acompanhando que em breve tem mais <33
Então quem vai na Bienal essa semana só me falar que é nois \O/
Nos vemos lá seus lindos *-*
E aguardem mutas fotos ;DD
Bjoos
#Lih_maria

domingo, 17 de agosto de 2014

#Cretino Irresistível

Heeey lindos e lindas tudo bem?? Como passaram a semana?? Todo mundo em contagem pra Bienal igual a mim?? *_____*
Já falei o quando ela vai ser mara?? *já, já falou sim
Então gente, hoje é dia de resenha de um livro eu já tinha lido a algum tempo e então ele saiu no Brasil com um titulo que eu achei que poderia ter mantido o original que combinava mais, mas tudo bem, não tira em nada a qualidade da serie, então, para vocês: Cretino Irresistível.


Titulo Original: Beautiful Bastard
Autoras: Christina Lauren
Editora: Universo dos Livros

Sinopse: "Uma estagiária ambiciosa. Um executivo perfeccionista. E um relacionamento ardente e totalmente perigoso!
Esperta, dedicada, prestes a cursar um MBA, Chloe Mills tem apenas um único problema: seu chefe, Bennet Ryan. Ele é exigente, insensível, sem consideração - e completamente irresistível. Um belo cretino. Bennet acaba de retornar da França para assumir um cargo importante na empresa de comunicações de sua família. Mas o que ele não poderia imaginar era que a pessoa que o ajudava enquanto ele estava no exterior era essa criatura linda, provocadora e totalmente irritante que agora ele tem de ver todos os dias. Ele nunca foi do tipo que se envolve em relacionamentos no ambiente de trabalho, mas Chloe é tão tentadora que ele está disposto a flexibilizar essa regra - ou quebrá-la de uma vez - para tê-la. Por todo o escritório! Mas o desejo que um sente pelo outro cresce tanto que Bennet e Chloe terão de decidir o que estão dispostos a perder para ganhar um ao outro."

Quando eu li esse livro, a algum tempo atras e ele nem era famoso nem nada, foi um dos primeiros eróticos que eu li depois da febre de 50 Tons de Cinza e faz parte da lista muuito curta desse gênero que eu gosto.
Uma das coisas que eu mais gostei foi a criatividade das autoras (sim elas são duas e já falo delas) com a escrita, tomando muito cuidado para que mesmo em cada capitulo, que é separado em ponto de vista dos dois, cada um tivesse uma personalidade muito própria, então você sabe exatamente quem esta falando quando troca de ponto de vista, até pela maneira de falar ou pensar. Sei que isso não é la muito original e muitos livros tem isso, mas são poucos os que o casal tem personalidade tão distinta e maneiras singulares de resolver as coisas. 

Chloe Mills é a estagiaria da Ryan Group Group, uma grande empresa de sucesso e nome, e quase tudo é perfeito. O quase é por conta de seu chefe, Bennet Ryan, que só abre a boca para fazer algum comentário infeliz sobre qualquer coisa que Chloe faz, desde sua caligrafia até o som do teclado quando ela digita. Mas mesmo ele fazendo sua vida um terror, ela tem que admitir que o que ele tem de canalha, ele tem de incrivelmente lindo. 

"Se pelo menos ele ficasse de boca fechada, ele poderia ser perfeito. Um pedaço de fita adesiva resolveria o problema. Eu tinha um rolo no meu armário que às vezes eu pegava e acariciava, pensando que um dia eu poderia fazer bom uso dele."

Sobre a Chloe, no momento que ela começou a se mostrar de verdade, eu sabia que ia gostar muito dela e foi de fato o que aconteceu. Ela diz exatamente o que pensa de Bennet na cara dele, é extremamente esforçada e incrivelmente inteligente, tem uma personalidade marcante e eu adoro a confiança que ela tem. Uma coisa que eu adorei nela também é as "calcinhas do poder"!! Ela adora lingeries caras e ela diz que isso é uma fonte de confiança infalível para qualquer mulher. E de fato, dado as circunstancias elas se tornam um ponto muito importante no relacionamento entre os dois.

"Eu conseguiria fazer isso. Aquele cretino escolhera a mulher errada para maltratar, e eu não iria deixar ele me intimidar. Passei a mão pelas curvas da minha bunda e sorri determinada. Calcinha do poder."
Bennet Ryan é lindo, tem uma família muito fofa, é inteligente, bem sucedido, todas as qualidades que deixaria qualquer uma babando *e de fato ele deixa*, mas tem um problema, que é sua personalidade! Ele é literalmente um cretino mesmo, que diz tudo que pensa, sem um filtro. Mas o maior problema de Bennet é que ele já não consegue mais ignorar o desejo que ele tem por Chloe, apesar de todos os contras que ele tem contra ela.
E quando eles estão finalmente sozinhos em uma sala de reunião, se torna impossível ele não tocar nela e apos uma explosão de pura luxuria, os dois começam um relacionamento que mais parece um jogo de gato e rato e que nenhum deles esta disposto a perder.

"Tudo estava funcionando. Mantive distancia, dei ordens a torto e a direito...inferno, até devo admitir que eu fui um cretino. Mas então, simplesmente, joguei tudo pro alto. Foi preciso apenas um instante, sentado naquela sala quieta, com seu perfume me envolvendo, aquela maldita saia e seu traseiro na minha cara. Eu enlouqueci." 

Eu adoro o Bennet, de coração. Ele é um cretino, boca suja, mas adoro ele. De inicio, confesso que parecia apenas que os dois tinham um tesão muito forte um no outro, e graças a personalidade forte dos dois parecia que cada briga gerava uma especie de afrodisíaco entre eles, mas então quando vamos conhecendo os dois melhor, vemos que um já estava interessado no outro, mesmo antes de se conhecerem de fato. Chloe só o conhecia por foto e por meio de sua família, já que ele antes vivia em Paris, e ele só sabia dela por tudo que seus pais diziam sobre como ela era incrível, então de certa forma, os dois tinham uma paixonite um pelo outro que tentaram reprimir e só piorou tudo.
Claro, até que eles percebam isso, temos muitas cenas muuito hots, calcinhas rasgadas e guardadas em gavetas e muitos momentos cômicos entre os dois.

"Então, o fato era o seguinte: eu me sentia possessivo em relação a ela. Não de um jeito romântico, mas de um jeito meio troglodita do tipo "golpei-a na cabeça, arraste-a pelo cabelo até a caverna e transe com ela". Como se ela fosse meu brinquedo e eu tivesse que manter os outros meninos do parquinho longe dela. Isso não é doentio?"

Bom como eu disse, gosto muito dessa serie, mas já aviso que quem não gosta de erótico, nem de linguajar chulo, melhor pensar bem antes de ler. 
Sobre a serie, cada livro tem um casal diferente, mas todos no mesmo circulo de amigos, então, temos vários encontros entre eles e cada livro tem uma personalidade diferente e um enredo diferente, do mais romântico ao mais explosivo, e temos também os que se passam no meio da serie, que são aventuras antes dos próximos livros, como pedidos de casamentos, festas de despedida de solteiro e casamento.
Sobre as autoras, sim elas são duas, são elas Christina Hobbs e Lauren Billings!! Uma coisa legal é que elas estarão autografando os livros da serie aqui em São Paulo e claro que estarei na fila \O/
Então aguardem fotos ;DD
HAUHUHAUHUA

Bom acho que chega por hoje!!
Um bjo seus lindos e até depois o/
#Lih_maria