quinta-feira, 21 de maio de 2015

#Ligeiramente Casados

Heeey seus lindos tudo bem?? Como esta a semana de vocês?? Espero que bem =DD
Enfiim, era pra eu ter aparecido por aqui antes, mas não deu por motivos de falta de tempo mesmo, maaaas olha eu aqui de novo e bora manter o ritmo que ta tudo lindo aqui \O/
Boom, partindo para a resenha de hoje, uma das coisas que eu mais adoro, que é as coisas lindas que são romances de época, e depois de algum tempo finalmente consegui ler e agora tenho mais uma coleção pra fazer e estou completamente apaixonada, da serie Os Bedwyns: Ligeiramente Casados. 


Titulo Original: Slightly married
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro

Sinopse: "À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse "Custe o que custar!". Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum.

Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias.

Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar.

Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados...

Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página." 

Geeeente como eu adooro romances de época <33 E este foi uma delicia de leitura!
Para começar, temos aqui um casal onde ambos são auto suficientes, cabeças duras e claro, completamente opostos, mas ao mesmo tempo, os sentimentos deles são mais que intensos e eu me diverti muito com eles.

Aidan Bedwyn tem alta patente na Cavalaria e acaba de retornar depois do recuo das tropas de Napoleão. Mas ele voltou para o descanso merecido e também, com a missão de levar o anuncio da mote de seu Capitão, Percival Morris, a sua família e também com a promessa de proteger a irmã dele de qualquer problema custe o que custar! 
Só que o que ele não imaginava era chegar em uma propriedade, onde os serventes são pessoas de historias mais que suspeitas e que pessoas normais jamais contratariam, crianças órfãs, e na frente de tudo isso, a meia Gaulesa, irmã de seu Capitão, dona de uma beleza exótica e uma personalidade que jamais se encaixaria com a nobreza, Eve Morris. E a parte mais difícil de tudo isso?? Ela esta decidida de que não precisa de nada e dispensa a promessa dele sem muita cerimonia.

Dizer que eu me apaixonei por Aidan é bobagem né?? Bonito, inteligente e de uma personalidade forte, ele é sedutor de uma maneira divertida, já que muito da sagacidade dele aparece em um humor seco.
Ele também se vê diante de um problema maior que o esperado, quando emfim ele descobre como ajudar a relutante Eve a poder cumprir sua promessa!
De fato, o Pai de Eve armou um plano para que ela mante-se a casa, mas só se ela se casasse até o fim de se período de luto por ele. Mas só que o período de luto esta perto do fim, e Eve esta longe de arrumar um pretendente. Então eis que a proposta é feita: nada mais fácil para concertar isso do que um casamento de conveniência!


" O homem estava falando serio, percebeu Eve. Ele estava falando sério. E falava com toda confiança de um oficial superior dando ordens a seus subordinados, ou a seus homens. Não estava perguntando a ela, estava comunicando."

Eve Morris é outra personagem daquelas que é impossível não gostar. De um coração gigantesco, ela é adorada por todos já que ela acolhe a todos sem pensar duas vezes, tem uma Avó que é adorável, mas também tem a sagacidade de uma raposa, e agora, novamente ela esta em luto, já que acaba de perder seu irmão.
Quando ela conhece Aidan, e depois de sua proposta para ajuda-la em sua situação com a casa e um casamento de conveniência, ela faz de tudo para evitar isso, mas graças a seu primo que tem sua propriedade agora na mira, já que ele é agora o próximo a herda-la, ela tem também que pensar no bem estar dos que moram com ela, já que ficou claro que todos vão para rua, incluindo ela e sua Avó.
Então, eis que contra todo o destino, ela, filha de um minerador de carvão, esta casada com o próximo herdeiro de um ducado de nome.
Claro que as coisas não são tão fáceis do que apenas se casar para cumprir uma promessa, e cada vez mais eles vão se aproximando, até que se torne impossível para que os dois fiquem distante um do outro.

" Então, de algum modo, as bocas dos dois se encontraram e se colaram por alguns momentos que pareceram infinitos, antes que eles se afastassem de um pulo e soltassem as mãos do outro como se estivessem escaldados."

Com um romance que foi se construindo com muita paciência dos dois lados, vemos que a personalidade dos dois sem completam e quando finalmente se entregam para o que sentem, temos um romance de dose certeira e que é cativante até a ultima pagina.
Alem também de contar com muito humor em vários momentos, a maioria deles com a Eve tentando aprende em pouco tempo tudo sobre o mais profundo dos rituais da nobreza. E uma apresentação a Rainha da Inglaterra que o resultado é mais que inusitado.
Sem falar também, que somos apresentados a outros membros da família Bedwyn, e estou ansiosa por saber mais sobre eles nos próximos livros!

Bom seus lindos é isso =DD
Até breve e amo vocês viiw \O/
Bjoos

Lih_Maria

quinta-feira, 14 de maio de 2015

#HappyBDay Chá com Bolacha \O/

Geeeenteee!! Tudo bem com vocês??
Eu to aqui exalando alegria e animação e sabem porque?? Fácil: ontem o Chá com Bolacha fez incríveis, mágicos, fantásticos, insuperáveis lindos 3 anos de vida \O/
Geente, 3 anos da pra acreditar?? Eu fico muuito feliz de estar aqui agora podendo agradecer o carinho de vocês, as criticas que são sempre bem vindas, as opiniões de vocês, poder dividir isso com vocês é lindo de se ver e eu não podia estar mais feliz.

Eu sei que esse foi um começo de ano difícil, mas todo mundo aqui do blog esta em fase de mudança, temos empregos novos, vida escolar da nossa gafanhoto, mas a gente sempre tem um tempinho para estar aqui e que venham mais mágicos 3 anos para a gente!!

O que eu fico mais feliz, é que eu nunca pensei que estaria aqui comemorando com vocês 3 anos de blog. Serio, varias vezes eu achei que não ia para frente, mas olha a gente aqui *___*
Eu amo este blog do fundo do meu coração e chega que se não eu vou desabar de chorar <33 
Eu a Ana e a Arissa ficaremos aqui por mais um tempo, então chupa sociedade, nos aguentem ;DD

Bom, falando em comemoração, teremos uma com vocês me breve, então fiquem de olho que vai ser lindo!
E sobre as gifs de hoje, eu estou num momento inspirador de RuPaul's Drags Race e em especial eu fiquei apegada na Adore então chuva dela por algum tempo, então me aguentem xD
Amoo vocês seus lindos e muuuito obrigada por tudo <33
Só por hoje, mas amanha tem resenha e Domingo (acredito) presente para vocês <33
Bjoos lindos, amo vocês e deixa eu me arrumar que partiu comemorar!!


domingo, 10 de maio de 2015

#Atraído

Heeey lindos e lindas tudo bem?? Como esta o Domingo de vocês??
Antes de maais nada, desejo a todos a Mães, Avós, Mães de animais, Mães de livros, um feliz, incrível, magico Dia das Mães *____*

Bom, aproveitando então, partiu para a resenha de hoje, um dos meus livros favoritos, cheio de senso de humor masculino: Atraído.


Titulo Original: Tangled
Autora: Emma Chanse
Editora: Universo dos Livros

Sinospe: "Drew Evans venceu na vida. Charmoso e arrogante, ele fecha negócios milionários e seduz as mulheres mais lindas de Nova York apenas com seu sorriso. Seus amigos são leais e sua família o apoia. Então porque ele está trancado em seu apartamento há sete dias, terrivelmente deprimido? Ele dirá que está gripado, mas isso obviamente não é verdade. Katherine Brooks é uma mulher linda, inteligente e ambiciosa, que não deixa nada nem ninguém distraí- la de sua busca pelo sucesso. Ela foi contratada pela empresa de investimentos do pai de Drew, o que vira a vida do rapaz de cabeça para baixo: a competição com ela o estressa, sua atração por ela o distrai e suas investidas fracassadas o frustram. Logo quando Drew achava estar próximo de ter tudo aquilo que queria, seu excesso de confiança põe tudo a perder. Será que ele conseguirá enfrentar os contratempos e vencer o verdadeiro desafio de sua vida: o amor?"

Geeente, eu AMO esse livro, por principal motivo de: ponto de vista em um livro erótico, totalmente masculino.
Apesar de ser um romance, ele é totalmente contado pelo ponto de vista de Drew Evans e ele esta longe dos mocinhos perfeitos. na verdade ele é super seguro de si, um sedutor que sabe bem o que quer, e nos deixa por dentro de tudo que ele faz, tanto em sua empresa, quanto no lado afetivo.
Com um ponto de vista divertidamente sarcástico, ele nos deixa por dentro do complexo mundo da mente masculina, e nos da até algumas dicas durante a leitura.

"Não me olhe desse jeito. Não sou um homem mau. Não minto. Eu não atraio mulheres com palavras poéticas sobre um futuro juntos e sobre amor a primeira vista. Sou um atirador direto."

Eu logo de inicio, me vi amando Drew. Ele é um daqueles personagens que em pouco tempo e com uma conversa fiada que só rindo para aturar, você se vê apaixonada por ele.
Claro, apesar de tudo, ele é serio quando se trata de seu emprego, ama sua família, é completamente leal a seus amigos e agora, esta de coração amarrado na unica mulher que aparentemente esta fora de seu alcance, mas claro, tudo que ele faz para seduzir ela quado a coisa fica feia pra ele, o pessoal em casa achou que eu tinha endoidado e estava rindo sozinha!

Katherine - Kate - Brooks é a mocinha do livro, ma assim como Drew, ela é diferente de qualquer garota de livro erótico. Decidida a conquistar seu espaço na nova empresa onde trabalha, ela não tem medo de expor suas ideias e agora coma  chance de um grande projeto ela vai fazer de tudo para conseguir que o nome dela se destaque, mesmo q isso signifique, passar por cima de seu chefe, que é ninguém menos que o sedutor incorrigível, Drew.
A Kate esta determinada a não cair na lábia de Drew, principalmente porque, bem, ela tem um noivo de anos e anos e ela é fiel a ele. Mas quando as coisas não acontecem como ela esperava e Drew vem ao seu resgate, claro que se orna inegável a atração explosiva que eles tem um pelo outro.

"Lamúrias escandalosas escapam de seus lábios entreabertos.Depois minha boca já está na dela outra vez,calando-os. E estamos nos apertando,desesperados e brutos. Como se fosse a primeira vez. Como se fosse a última vez."

Como eu disse, sou apaixonada por essa serie, e ela é divertida, insinuante e uma novidade entre tantos de diversas maneiras.
A família de Drew é outro ponto auto. Eles são totalmente desfuncionais e cada um tem uma personalidade que mesmo aparecendo muito pouco fica marcado, o mesmo vale com os amigos dele.
E gente, não é em todo livro que o cara contrata uma banda mariachi pra cantar as musicas favoritas dele, claro, pra tocar o dia inteiro atras da Kate. Não que ela tenha gostado, mas eu juro que é único!

Gente resenha de hoje curtinha, porque se não eu estrago a leitura de vocês.
E também eu tenho um chefão de Zelda pra matar, então, ótimo Domingo para vocês e uma ótima semana viiw =DD
Bjoos
Lih_maria

quarta-feira, 6 de maio de 2015

#A Rainha Normanda

Oiii seus lindos tudo bem?? Como esta a semana de vocês??
Entãão, eu estou aqui, por conta de um livro que me roubou o sono, os suspiros e eu falei tanto dele pra um tanto de gente que senti que a qualquer momento eu senti que ai ser xingada, mas falando serio é um livro que desde que saiu eu já adorei pela capa e agora eu to aqui babando nele ainda e foi uma das melhores leituras de agora: A Rainha Normanda.

Titulo Original: Shadow on the crown
Autora: Patricia Bracewll
Editora: Arqueiro

Sinopse:  "Em 1002, Emma da Normandia, uma nobre de apenas 15 anos, atravessa o Mar Estreito para se casar. O homem destinado a ser seu marido é o poderoso rei da Inglaterra, Æthelred II, muito mais velho que ela e já pai de vários filhos. A primeira vez que ela o vê é à porta da catedral, no dia da cerimônia. Assim, de uma hora para outra, Emma se torna parte de uma corte traiçoeira, presa a um marido temperamental e bruto, que não confia nela. Além disso, está cercada de enteados que se ressentem de sua presença e é obrigada a lidar com uma rival muito envolvente que cobiça tanto seu marido quanto sua coroa. Determinada a vencer seus adversários, Emma forja alianças com pessoas influentes na corte e conquista a afeição do povo inglês. Mas o despertar de seu amor por um homem que não é seu marido e a iminente ameaça de uma invasão viking colocam em perigo sua posição como rainha e sua própria vida. Baseado em acontecimentos reais registrados na Crônica Anglo-saxã, A rainha normanda conduz o leitor por um período histórico fascinante e esquecido, no qual fantasmas vigiam os salões do poder, a mão de Deus está presente em cada ação e a morte é uma ameaça sempre à espreita.

Governando na época compreendida entre o rei Artur e a rainha Elisabeth I, a rainha Emma é uma heroína inesquecível cuja luta para encontrar seu lugar no mundo continua fascinante até hoje."


Assim, quando eu gosto de um livro, eu gosto de verdade, e sempre amei historia. E já fazia um bom tempo que não via um livro como esse!
Primeiro a autora teve todo cuidado de fazer toda uma incrível pesquisa sobre a vida e os principais acontecimentos durante o reinado da Emma, então sim, não é apenas um romance qualquer, é baseado em uma Rainha verdadeira e que é famosa por estar entre Rei Arthur e o inicio da dinas tia de Elizabeth, então ela não é uma mulher qualquer.
Durante a leitura, somos transportados a uma Inglaterra medieval, cheia de conspirações, medo das guerras vem pelos mares de diferentes lugares, e mesmo assim, numa época em que as mulheres pouco valiam a não ser para trazer filhos no mundo, eu fico impressionada cada vez mais em como algumas, mesmo com todas as dificuldades, deixaram sua marca na historia, passado por cima de nomes de Reis e conquistando seu lugar de direito.

Temos também uma presença feminina de muito impacto e que foge e muito de qualquer romance onde vemos mocinhas em apuros, vemos aqui mulheres de coração de ferro, determinação alem do esperado e algumas com ambições que quase não cabem no livro.

Dividido em quatro pontos de vistas diferentes, temos aqui personalidades distintas e ambições próprias que são envolventes cada uma a sua maneira.
Cheio de lutas, sede de poder, ameaças dentro e fora da corte, suspeitas, provocações e intrigas, temos uma leitura escandalizante de tão incrível e que eu quando terminei estava totalmente sem folego.
Com uma linha de tempo muito bem montada, vamos acompanhando o passar de anos e meses e seus principais acontecimentos de maneira que tudo fica muito bem colocado.

 Emma da Normandia tem uma complicada missão: ir se casar com o agora viúvo e Rei da Inglaterra, Æthelred II, que tem o dobro da sua idade, esta em meio a uma guerra e agora, seu irmão viu a chance perfeita de firmar os negócios e principalmente um acordo de paz entre a Normandia e a Inglaterra, através de seu casamento.
O problema é que em meio a guerra com a Dinamarca, trazer uma Rainha ao trono de terras alem do mar e o que é pior, que também tem parentesco com os dinamarqueses é apenas o inicio de todos os problemas que ela tem que enfrentar ainda com seus 15 anos, assumindo então uma coroa que ninguém queria para ela e que, por conta da saúde frágil de sua irmã mais velha, somente ela podia usar.


"Sentiu como se o mundo que conhecia deixasse de repente de ser um lugar seguro e se transformasse em algo desconhecido e aterrorizante. Não queria ir para a Inglaterra, não queria se casar com o rei, não queria suportar o peso da coroa. No entanto, fitando o rosto severo e inflexível da mãe, sabia que não teria escolha." 


Emma é fantástica de diversas maneiras. Ela possui uma inteligencia muito aguçada para seus 15 anos, tem uma personalidade muito mais forte do que aparenta e não demora muito, ela conquista seu lugar em meio a pessoas que a odeiam. Servente da Igreja, ela é adorada pelo Clero e pelo povo, mas vive sendo principal alvo de injurias e desconfiança principalmente na corte, em um lugar onde todos desejam a coroa ou um pedaço dela.
Ela possui o dom para os idiomas, dominando vários, e sendo isso um grande aliado em diversos momentos
A vida dela não foi fácil, e logo que ela chega a a corte, tem que lidar com os filhos de seu marido que não a querem lá, já que ela ameaça o lugar de direito deles ao trono se der um filho ao rei. E claro, temos também o próprio rei, que não quer nada dela a não ser que ela seja uma bela peça de enfeite e que ela engravide logo.
Mas Emma, em diversas situações que é colocada a prova, se mostra uma mulher incrível e com certeza ganhou meu respeito dentro e fora do livro, porque depois que acabei, eu tive que pesquisar um pouco mais sobre ela de tamanha curiosidade que eu fiquei.

Æthelred II é o Rei da Inglaterra, mas esta longe de ser uma pessoa popular. Dono de uma personalidade duvidosa, envolvido em escândalos, ele não escuta seus conselheiros e aparentemente não esta mais batendo bem da cabeça.
Atormentado por lembranças do passado e assombrado por algumas delas, esta afundando seu pais em guerras e suas decisões são tomadas sem consultar seu conselho não estão favorecendo em anda sua popularidade.
Obrigado a se casar com Emma, não vê utilidade nenhuma nela e constantemente a rebaixa, já que ela para ele é apenas uma mercadoria que garantia a proteção de algumas de suas terras de invasões dinamarquesas.
Historicamente considerado um dos piores reis que a Inglaterra já teve, o tempo todo nós vemos um homem que não tinha preparo algum para a coroa, mas que cheio de si e que realmente estava enlouquecendo e destruindo o pais.
Famoso pelo Massacre de do dia de São Brício, onde permitiu o extermínio de dinamarqueses que viviam na Inglaterra, a maioria de suas decisões vem de um longo histórico de fracassos.

Bom, claro que temos uma pequena pitada de romance proibido aqui, e que convenhamos eu fiquei muito na torcida, mas que aos poucos toma um rumo completamente diferente do que eu tinha imaginado, e de verdade estou muito feliz que vai ser uma trilogia, porque do jeito que acabou eu juro que fiquei com o coração na mão!
Então agora é o trabalho de segurar a emoção e esperar pelas continuações que pelo visto prometem e muito. 

Bom, é isso seus lindos =DD
Até breve e boa semana pra vcs <33
#Lih_maria

domingo, 3 de maio de 2015

#Proteja-me

Heeey lindos tudo bem?? Como passaram a semana?? 
Eu sei, eu sei, estão chocados comigo aqui de novo, mas bora continuar nesse pique e é nois \O/
E lembrando que esse mês é de aniversario, então se segurem q em breve novidades!
AHAUHUAHUA
Passando pra resenha de hoje, uma autora que eu gosto, mas que foi uma leitura bem diferente das normais dela, que eu gostei, mas não foi nenhum UAAUU: Proteja-me.

Titulo Original: Keep me Safe
Autora: Maya Banks 
Editora: Gutermberg

Sinopse: "Caleb Devereaux é um homem atraente, herdeiro de uma família rica e poderosa. Quando sua irmã caçula é sequestrada, ele tenta de tudo para encontrá-la, mas todos os esforços são em vão. A última esperança é Ramie St. Claire, uma jovem sensitiva de quem ouve falar, e que teria o poder de se conectar com pessoas localizando-as ao tocar em um objeto delas.
Caleb conhece Ramie e instantaneamente os dois percebem que a atração entre eles é intensa. O que o milionário não imagina é que a habilidade da bela moça tem um alto preço: ela vivencia a dor de quem ajuda, e isso custa-lhe sua própria vitalidade. Por isso, depois de achar a sequestrada, Ramie desaparece da vista do rapaz. Ao mesmo tempo arrependido pelo sofrimento causado à jovem e profundamente fascinado por ela, ele tenta encontrá-la sem êxito. E quando pensa que Ramie havia partido para sempre, ela reaparece, e desta vez é ela quem pede ajuda. Seu dom a colocou em perigo e ela está sendo perseguida. Agora, Caleb vai fazer qualquer coisa para protegê-la, arriscando tudo, inclusive seu próprio coração."

Bom, que eu gosto da Maya Banks se não contei antes, digo agora que adooro a escrita dela, sempre com leituras muito bem articuladas eu fiquei bem animada com a leitura desse, já que ela quis fazer algumas mudanças no estilo dela, mas apesar de uma boa leitura, não se tornou uma das minha favoritas.
Mas mesmo assim, é uma leitura carregada de mistérios e um prato cheio a combinação de suspense e erótico, o que da um diferencial a leitura, mas que eu senti que faltou se aprofundar em algumas coisas, mas nada que estrague a leitura.

Caleb Devereaux esta desesperado para encontrar sua irmã, Tori, que desapareceu e ao que tudo indica, esta nas mãos de um serial killer e sabe que o tempo para ela esta correndo e precisa desesperadamente de ajuda. Ele resolve então ir atras de Raime St. Claire, que é famosa por causa de seus dons inusitados, mas que por alguma razão, se recusa a ajudar. Ele então é forçado a ir atras dela e força ela a ajudar. Mas o que ele não esperava é que seu ato desesperado mudasse para sempre o rumo de sua vida.

" Caleb não tinha dado escolha a Raime. [...] Ele não fazia ideia de como os poderes dela funcionavam, e agora estava atormentado. Não foi à toa que ela resistiu tanto. Não havia sido à toa que ela disse que não conseguia mais fazer aquilo."

Caleb é dono de uma personalidade complexa, que não mede esforços para proteger sua família e esta determinado a agora também proteger Raime, já que desde que testemunhou seus poderes, ele se sente em divida com ela, já que salvou a vida de sua irmã, mas colocou a sua própria em risco. 
Mas apesar de tudo, Caleb tem um grande coração e o principal, ele tem sentimentos profundes desde a primeira vez que viu Raime e agora que finalmente ela apareceu e o mais importante, precisa de sua ajuda, ele não vai permitir que anda de mal lhe aconteça, e principalmente, não vai permitir que ela desapareça de novo.

"Caleb saiu do assento e se ajoelhou na frente de Raime, para que seus olhares se encontrassem na mesma altura. Então, ele apenas a pegou pelo pescoço e a puxou para ele, pressionando seus lábios contra os dela."

Raime St. Claire passou a vida toda fugindo. Fugindo principalmente de seus dons, que ela considera uma maldição e só trouxe para ela dor e sofrimento.
Isso porque, com seus poderes ela pode localizar vitimas ao tocar algum objeto pessoal dele, mas em troca, ela sofre o mesmo que a vitima.
Anos e anos de dor e mortes a sua volta, ela então resolve desaparecer, mas segredos como o dela não ficam nas sombras muito tempo.
E só pioram agora que ela tem alguém atras dela, e esse alguém esta ligado com os poderes dela. E ele quer a morte dela.
Mas as coisas mudam, já que ela agora tem Caleb para lhe proteger, mas ela agora tem outra preocupação, como ela vai consegui proteger seu próprio coração de Caleb??

"Foi o jeito como ele falou proteger você que mexeu com as emoções dela. Ele não falou ajudar você, falou proteger, em um tom de voz possessivo, e que Raime achou reconfortante."

O romance deles tem esse ponto de partida e fica cada vez mais intenso, como é bem tipico dos livros da Maya, mas agora com algo mais voltado também ao sobrenatural, e o grande mistério: quem é o serial killer que tem essa ligação com Raime?? 
Cada vez mais próximo, o tempo todo passa aquela aflição, já que ele tem novas vitimas, e cada vez mais os poderes de Raime colocam sua vida em risco.
Eu recomendo, e quem gosta dos dois estilos acredito que vá ser uma otim leitura.

Bom, é isso seus lindos =D
Bjoos e uma ótima semana pra vocês <33
#Lih_maria

quarta-feira, 29 de abril de 2015

#Nevermore

Heeey gente como estão?? Como esta indo a semana de vocês??
Espero que tudo bem =DD
Eu sei, eu sei, estão chocados com eu aqui de novo, mas olha que lindo, voltando em ritmo frenético aqui, porque tenho algumas resenhas atrasadas já, então segura que vai estar bombando aqui de  novo \O/
Até porque estamos prestes a faze 3 anos de blog e não vamos largar tudo agora né?? Isso ai!!

Bom, partimos então para a nova resenha da semana, um livro bem diferente e que eu comprei sem saber direito sobre o que era, mas achei a capa linda, e siim, eu compro livros por isso: Nevermore

Autora: Kelly Creagh
Editora: Pandorga

Sinopse:  "A líder de torcida Isobel Lanley fica horrorizada quando descobre que seu parceiro para o projeto de inglês é Varen Nethers e que o projeto deve ser entregue — tão injusto — no dia do jogo contra o rival do colégio. Frio e indiferente, cínico e com a língua afiada, Varen deixa claro que ele também preferia não ter que estudar com ela. Porém, quando Isobel descobre um texto estranho escrito no diário de Varen, acaba vendo com outros olhos esse enigmático garoto de olhar expressivo.

Logo Isobel começa a inventar desculpas para poder encontrar Varen. Afastando-se cada vez mais de seus amigos e do namorado possessivo, Isobel entra mais fundo no mundo de sonhos que Varen criou nas páginas de seu diário, um mundo onde as aterradoras histórias de Edgar Allan Poe ganham vida.

Enquanto seu mundo começa a desmoronar ao seu redor, Isobel descobre que os sonhos, assim como as palavras, têm mais poder do que ela imaginava, e que as realidades mais assustadoras são aquelas criadas pela mente. Agora ela precisa encontrar uma maneira de chegar a Varen antes que ele seja consumido pelas sombras de seus próprios pesadelos.
A vida dele depende disso."

Eu sei, lendo a sinopse parece mais um livro clichê, com lideres de torcida e romance, mas esqueça isso e se prepare para um livro cheio de altas emoções, góticos, poemas de Edgar Allan Poe, fantasmas, criaturas em pesadelos e tudo mais que não se acha em livros clichê com lideres de torcida.
Isobel Lanley é uma líder de torcida, mas diferente de suas "amigas" ela não faz o estilo garota bobinha loira e de nariz em pé, na verdade ela é um pouco nariz em pé, mas diferente das outras ela não aceita tudo tão facilmente e tem um gênio muito forte para seu próprio bem. Ela te um namorado ciumento, e amigas que com o tempo se mostram não tão amigas assim. 
Até então, Isobel achava que tinha uma vida normal e perfeita, até que por causa de um trabalho de Inglês, ela faz dupla com o mais improvável, rei dos goticos, mas lindo de morrer (literalmente), apesar de ter uma língua afiada como uma navalha, Varen Nethers.
Eu de inicio não não gostava da Isobel, ela era chatinha e muito imatura as vezes, sem falar que era mimada pelo time de lideres de torcida e confesso, não gosto de lideres de torcida! Então de inicio pensei que iria ser mais um livro que eu iria largar por ai, mas o fato é que não consegui mais largar. E o grande charme desse livro, alem de estar cheio de referencias a Edgar Allan Poe e também que algo estranho esta acontecendo, e ao que tudo indica, acontece sempre em volta de Varen, e o mais estranho, tudo isso começou quando Poe parece ter surgido em seus dias tambem.
"Foi aqui que Isobel sentiu pela primeira vez uma pontada em sua mente. Devagarinho, as palavras começaram a sair do caminho e deixaram as imagens dos cortesões girarem, em câmera lenta, pelo olho de sua mente. Era como se ela tivesse se adaptado, de alguma forma, à densidade  da linguagem."
 Isobel é na verdade muito mais forte do que parece e graças a Varen ela começa a se mostrar mais e mais de sua verdadeira personalidade e claro, ela nega muito mas em pouco tempo, Varen, com toda sua estranheza e aparente ódio por tudo que é rosa e alegre, vai mudando seu mundo e cada vez mais se torna difícil ficar longe dele.
Varen Nethers é o astro do livro. Apesar dele ser narrado em 3ª pessoa, ele rouba a cena sempre que aprece, até porque ele sempre tem uma resposta na ponta da língua, nem sempre uma resposta agradável, um senso de humor cínico e toda beleza de um príncipe gótico, ele é um charme em pessoa e em poucas palavras. Serio gente, ele é apaixonante!
E não falo isso só pelo meu fraco por góticos (sim mundo, eu acho eles charmosos), e de ele ter uma personalidade mais do que marcante, ele também é uma pessoa cheia de segredos, mas os segredos estão surgindo e ele não consegue mais o controle que tinha antes.
"- [...] Mas depois ficou real e eu não consegui impedir.
- O quê? Impedir o quê?
- Foi quando eu conheci você - ele disse, com os lábios perto dos lábios dela de novo. - E os sonhos mudaram."
Bom, a parte misteriosa do livro é o que esta acontecendo de verdade com os dois, principalmente com Varen, e o grande charme do livro é que ele é sobre mundo de sonhos e pesadelos. É cheio de elementos sombrios mas todos cheio de um toque especial que a autora soube colocar muito bem em toda a leitura e claro mistérios que continuam  desde a época de Poe e sua ligação com tudo isso.
Ahhh e uma pausa especial para a nova melhor amiga de Isobel, sarcastica e incrivelmente engraçada, eu me apaixonei poe ela no momento que ela abriu a boca. Gwen é uma graça gente, e ela interagindo com Varen é hilario, já que ela não tem medo dele e na verdade é uma versão feminina dele mais sorridente e não gotica XD
"Ele continuou olhando para Isobel, caminhando para trás, devagar. Varen estava fazendo aquilo de novo, conversando com ela usando o olhar.
Ela permaneceu presa em seu olhar, tentando ouvi-lo, tentando ler a mensagem subjacente. Finalmente ele se virou e saiu pela porta do refeitório. Depois de uma pausa, Gwen disse:
- Deixe-me adivinhar. Neste momento, você está tentando decidir se isso foi sensual ou irritante - ela fez uma pausa, como se estivesse formulando sua própria opinião. Finalmente, disse: - Foi totalmente sensual."
Com personagens marcantes e um enredo muito legal, eu super recomendo e estou ansiosa pela continuação!
Boom, é isso seus lindos!!
Bjoos e até breve =DD
#Lih_Maria

domingo, 26 de abril de 2015

#A Teoria de Tudo

Heeey seus lindos tudo bem?? Como passaram a semana?? Espero que tudo bem =DD
A minha não foi tão bem, mas são coisas da vida e agora já estamos bem aqui em casa e isso é o mais importante!
Aproveitando então, essa semana eu finalmente consegui terminar a minha leitura, que foi bem mais complicada do que eu esperava e eu percebi minha dificuldade com biografias, principalmente em julgar o que a pessoa esta me contando.
Então, apesar de complicado achei um livro brilhante, cheio de altos e baixos mas mesmo assim inspirador, e que é muito diferente do filme, mas ambos são incríveis: A Teoria de Tudo.

Titulo Original: Travelling to infinity
Autora: Jane Hawking
Editora: Única

Sinopse: "Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é pelo menos diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos - entre eles aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade, Stephen.

Descubra a história por trás de Stephen Hawking, cientista e autor de sucessos como Uma breve história do tempo, que já vendeu mais de 25 milhões de exemplares. Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos, enquanto conhecia a jovem tímida Jane, Hawking superou todas as expectativas dos médicos sobre suas chances de sobrevivência a partir da perseverança de sua mulher. Mesmo ao descobrir que a condição de Stephen apenas pioraria, Jane seguiu firme na decisão de compartilhar a vida com aquele que havia lhe encantado. Ao contar uma trajetória de 25 anos de casamento e três filhos, ela mostra uma história universal e tocante, narrada sob um ponto de vista único. 

Stephen Hawking chega o mais próximo que alguém já conseguiu de explicar o sentido da vida, enquanto Jane nos mostra que já o conhecia desde sempre: ele está na nossa capacidade de amar e de superar limites em nome daqueles que escolhemos para compartilhar a vida. 
O livro que inspirou o emocionante filme A Teoria de Tudo."

Como eu disse, meu maior problema em biografias é justamente o julgamento com o que a pessoa esta nos contando. Antes do lançamento do livro/filme eu sabia pouca coisa sobre a vida dos Hawking, só justamente o que a maioria acho que sabia, da mente brilhante presa em um corpo que esta definhando e que apesar de todos os contras já passa da idade que os médicos um dia estipularam para ele.

Jane Hawking tinha apenas 21 anos quando resolveu se casar com o jovem gênio Stephen Hawking. Ela veio de uma família tradicional, e cursava  Literatura Medieval na universidade, e contra todos os aspectos lógicos ela acaba se apaixonando pelo garoto estranho e reservado, que era muito mais inteligente do que a maioria e usa roupa extravagantes. Mas o mais surpreendente é que apesar de tudo os dois se apaixonam de verdade e apesar de todos os avisos ela aceita se casar com ele.

"Talvez houvesse algo sobre sua excentricidade que me fascinara, tendo em vista minha existência bastante convencional. Talvez eu tivesse alguma estranha premonição de que o veria de novo. Fosse o que fosse, quela cena em si ficou profundamente gravada em minha mente."  

A verdade é que ela já sabia sobre a doença dele, e tudo que teria que enfrentar, já que ele descobriu aos 21 anos que sofria de uma rara doença chamada Esclerose lateral amiotrófica, que é uma doença altamente degenerativa e que os médicos lhe dão apenas 2 anos de vida e nada mais. Apesar disso, eles tem 3 filhos juntos e 25 anos de casados.



Bom, eu devo dizer que muita partes do que jane nos conta foi muito corajoso da parte dela por nos revelar, porque ela poderia ter dito como foi a luta contra a doença e tudo, ma ela nos mostra que dia apos dia era um sacrifício diferente e enquanto Stephen orbitava em volta da física e das descobertas importantes que estava fazendo, ele tinha Jane orbitando em volta dele, sempre lhe dando apoio e sempre presente quando ele precisava.
Mas apensar de tudo ela sabia que seu verdadeiro amor sempre foi a física e que tudo que ele fazia em era por ela.

"Na verdade, ela mostrou-se uma rival implacável, tão exigente como qualquer amante, uma inexorável sereia, que atraia seus devotos para os poços profundos da obsessão. Ela não era outra se não a Física, citada pela primeira esposa de Einstein como a correspondente em processos de divorcio." 

Jane também nos contra sobre o caso extraconjugal, o divorcio, o novo casamento, as polemicas que surgiram e principalmente como ela acompanhou o crescimento cada vez mais rápido do nome de Stephen e apesar do fim do casamento, como ela ainda participa da vida dele em diversos momentos.

Bem diferente do filme que é voltado ao Stephen, este livro é ao meu ver totalmente da Jane, e apesar de não concordar é claro em algumas coisas, e ficar chocada com outras, eu passei a respeita-la.
E diferente também do filme que é bem mais romantizado,  o livro é mais denso em vários aspectos mas ele valeu os desafios de leitura até o final.


E dois anos de vida?? Stephen hoje passa dos 77 anos e continua trabalhando, e atualmente é avô do terceiro neto e ele e Jane ainda são amigos.
Foi uma leitura muito enriquecedora apesar de as veze bem maçante e por não possuir muitos diálogos acaba sendo muito pesada, mas eu recomendo.

Bom seus lindos é isso por hoje!
Um ótimo fim de domingo para vocês =DD
BjOOs
#Lih_Maria