quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

#Operação Harém

Heeey seus lindos tudo bem??
Geente, eu passei um susto aqui achando que não ia mais conseguir postar no blog por motivos de: problemas na conta, mas não é tão cedo que vão se livrar de mim \O/

Enfim, vamos a resenha de hoje. Um dos primeiros livros de texto jornalísticos que eu já li e com certeza impressionante: Operação Harém - O mundo secreto da prostituição de luxo.

Autor: Tony Chastinet
Editora: Companhia Editora Nacional 

"Depois de ter o sonho de fazer dinheiro no exterior destruído, Ariane volta ao Brasil disposta a denunciar uma grande rede de prostituição de luxo e tráfico internacional de mulheres. É assim que começa Operação Harém, livro-reportagem do jornalista Tony Chastinet, que, instigado pelo anonimato da operação à época, foi buscar informações para encaixar as peças dessa brilhante investigação conduzida pela Polícia Federal e por agências de segurança internacionais. O leitor terá à mão os detalhes do esquema milionário e saberá um pouco mais da vida das mulheres que fazem o famoso book rosa. Mergulhará na grande rede da prostituição de luxo, onde não há limites para o poder e a ganância."

Acho que todo mundo ouviu falar, assistiu ou pelo menos soube da polemica quando saiu àquela novela Verdades Secretas, que falava sobre a prostituição de modelos por conta do famoso Book Rosa né??
Então, eis aqui um livro que conta sem meias verdades ou romantização da situação, uma operação da policia federal gigantesca para poder colocar abaixo, um esquema milionário de prostituição de luxo, que começava como uma proposta para uma carreira de modelo fora do Brasil, mas que em pouco tempo, se revela um perigo maior do que todos acreditavam.

O que o livro revela também, é a dificuldade nas investigações, por conta de poderosos como políticos, jogadores de futebol, pessoas de influencia na tv, também estarem utilizando esta rede e o sigilo muitas vezes ao ser quebrado, gerava ameaças, escândalos e outros problemas que pareciam sempre ser um empecilho para as investigações, além é claro da impressionante quantia em dinheiro investida para criação de sites protegidos, códigos de acessos indecifráveis, pessoas silenciadas de varias maneiras e o pior, varias vezes, a impressão de que tudo vai terminar e nada vai ser resolvido e a vida de varias mulheres vai continuar sendo exploradas por dinheiro e sexo.

Por ser um livro investigativo que foi baseado em uma investigação real, os nomes dos personagens foram modificados para preservar as investigações e também para poder manter seguras as vitimas e em alguns casos, manter em segredo o nome de alguns famosos, mas que apenas pela descrição se tem uma imagem nítida de quem pode ser.

Tudo começa quando Ariane retorna ao Brasil e esta decidida e revelar toda a verdade sobre o que aconteceu enquanto ela estava em Londres, e apos um convite para ser modelo da também brasileira Mariah, que se apresenta para ela como olheira e promete a ela uma carreira de sucesso e dinheiro rápido. O que acaba acontecendo é que Ariane agora esta a mercê de Mariah e acima de Mariah, esta um poderoso shaike árabe que controla tudo com dinheiro, dando festas caríssimas e então organizando eventos cheio de mulheres de diversos países. Mas então, durante uma dessas festas Ariane é violentada por um grupo de jovens que estavam em uma destas festas e apos fugir ela retorna para casa pronta para contar toda a verdade.  

A investigação parece que começa devagar, mas logo apos a denuncia de Ariane, surge na sala do Delegado Daniel, responsável pela investigação, uma mãe desesperada, pois acaba de flagrar sua filha sendo aliciada por uma até então dona de agencia de modelo, para fazer parte de uma rede onde além de ser capa de revista e aparecer na tv, também faria programas com homens ricos e ganharia uma comissão muito maior desta maneira.
Pouco a pouco, nomes vão surgindo, sites vão sendo descobertos e em pouco tempo, uma operação de quantia absurda é revelada.

Tony Chastinet fez um trabalho investigativo para a construção deste livro denso e não nos poupa de nenhum detalhe sujo sobre o que esta acontecendo, cujo resultado de cinco longos anos de investigação são este livro brilhante e que mostra a realidade nua e crua da situação.
Em diversos momentos, eu fiquei extremamente chocada com a leitura e levei alguns dias para finalmente vir aqui e montar uma resenha, mas eu garanto a vocês que é uma leitura indispensável e altamente recomendada.

E é só por hoje seus lindos <33
Bjoos e até breve!!

domingo, 31 de janeiro de 2016

#A Dama de Papel

Heeey seus lindos tudo bem?? Aproveitaram o fim de semana??
Espero que siim =DD
Então, trago pra vocês a resenha do livro que terminei no mesmo dia que comecei a ler...e que uaauu me deixou impressionada: A Dama de Papel.


Autora: Catarina Muniz
Editora: Universo dos Livros

"Localizado na zona periférica de Londres em meados do século XIX, o bordel de Molly está sempre repleto de fregueses: ricos e pobres, magnatas e operários. O que nenhum deles sabe - nem mesmo as outras trabalhadoras do estabelecimento - é que a dona do prostíbulo optara por ser "mulher da vida fácil" após fugir de um casamento forçado, abrigando-se nas entranhas de um cortiço na busca indelével por liberdade.
Certa vez, no entanto, Molly é inebriada pelas propostas de um cliente: Charles O'Connor, o herdeiro de um império têxtil, deseja que ela seja somente sua. Molly, arrebatada pelas sensações provocadas pelo novo amante, se vê obrigada a questionar o modo de vida que conduzira com orgulho até então, além de testar os limites da liberdade obtida a duras penas.
Entregues à avassaladora paixão e à incrível química sexual que os unem, Molly e Charles precisarão enfrentar as represálias que os unem, Molly e Charles precisarão enfrentar as represálias sociais e a moral conservadora da época para dar continuidade a este amor proibido. Mas terão de pagar um preço alto por suas decisões."


Nossa, eu preciso aplaudir de pé a Catarina pela escrita impressionante, e a maneira impressionante que ela escolheu para falar sobre feminismo e em poucas paginas, já podemos perceber a critica que ela faz a sociedade machista em que vivemos desde sempre.
A Catarina escolheu então, a época onde a mulher não tinha escolha nem sobre o matrimonio e principalmente, eram ensinadas desde sempre a reprimir suas vontades sexuais para o bem do lar e seguir a risca regras pudicas, desde a maneira como agir até mesmo sobre como lidar com o marido.

Em plena época vitoriana, onde existem regras sobre como agir e como se apresentar para a sociedade faziam parte do  cotidiano de todos em Londres, somos levados até um bordel, onde sua proprietária Molly é a cortesã mais famosa de todas, porque alem de belíssima, ela é conhecida por não se reprimir em nada na cama e sua fama cresce mais e mais entre os homens de todo lugar e ela loga se torna a prostituta mais requisitada em toda Londres.

Mas o que ninguém imagina é que na verdade, Molly antes de ser a famosa prostituta, ela era uma das mulheres de berço da cidade, com uma família de prestigio e posição social favorável, mas que certa noite, ela fugiu de tudo isso e tudo por conta de um único evento: um casamento arranjado. Molly nunca se viu sendo a esposa recatada de um homem que tinha idade para ser seu avô e não via vantagens em se reprimir em tudo apenas para manter as aparências de um lar respeitado. Afinal de contas, uma gaiola mesmo que de ouro ainda é uma gaiola, e ser presa era a ultima coisa que ela queria.
Então, apesar de saber de todos os julgamentos que sofreria e de tudo que passaria, ela então abandona a vida como nobre e se torna uma prostituta.

"Por alguma razão, Molly não se sentia incomodada com o julgamento da vizinhança. Tinha o que comer, onde dormir, como se manter aquecida. E ainda podia exercer sua sexualidade livremente." 

E é em seu bordel, que Molly conhece Charles O'Connor. Rico, bonito, com uma esposa belíssima e filhos, Charles tema  vida que é invejada por muitos, mas a verdade é que ele esta inquieto. A vida perfeita é de longe satisfatória, principalmente quando se voltam  sua vida conjugal, já que apesar de belíssima, ele já não tem mais satisfação com a esposa e acaba indo atras da famosa Molly e bastou um olhar e uma unica tarde nos braços dela par que Charles se veja totalmente preso pelos beijos e caricias da bela mulher totalmente desinibida.

"Precisava desvencilhar-se dela e dos próprios pensamentos. A mente e o corpo começavam a brigar por mais espaço. Ele havia sido envenenado."

Charles esta cada vez mais e mais envolvido com Molly e se torna um cliente assíduo e depois mais do que isso, já que se torna amante dela e passam a trocar mais que apenas sexo e sim segredos e cada vez mais eles se veem presos a paixão entre os dois.
Mas apesar dos desejos de ambos ficarem juntos, muitas coisas os impedem de viverem felizes, a começar pelo casamento de Charles, que esta cada vez mais desmoronando, ele também possui um Pai extremamente controlador e ele também sofre com o ciume, já que a maioria dos homens de seu circulo d amigos conhecem os segredos que fazem Molly tão famosa. 

Mas apesar de tudo, isso não impede os dois de viverem os poucos momentos de paixão avassaladora e então, Charles se dedica a escrever poemas sobre seu romance e principalmente, são fatos eróticos sobre tudo que ele vive no quarto do bordel.
E é quando seus textos secretos, acidentalmente saem voando e caem nas mãos do povo, é que se inicia uma reação em cadeia.

Os poemas e textos caem no gosto do povo e pouco a pouco, vão trazendo a luz a própria busca, principalmente das mulheres, por descobrir a verdade por trás de tão sensual escrita e descobrir sobre a própria satisfação sexual, e a principal mulher em busca desta libertação é ninguém mesmo que a recatada esposa de Charles.

Com um final surpreendente e uma trama muito bem elaborada, este com certeza é um livro que vi prender vocês do inicio ao fim, e logo depois fiquei pensando em Molly e em cada escolha que ela fez para sua vida e na coragem que ela teve para assumir cada um dos seus passos.
Sem duvida, uma leitura mais que recomendada.

E é só por hoje amoores!
Tem promo rolando no face em, acho melhor correrem lá em ;DD
Bjoos seus lindos <33
#Lih_Maria

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

#Mundo sem Fim - Volume 1

Heeey seus lindos tudo bem?? Cade vocês prontos pra pular carnaval??
Entãão, como meu Carnaval vai ser em casa mesmo, vou aproveitar pra colocar as leituras em dias, e nada melhor do que vir aqui e trazer pra vocês resenha nova.
Do livro que eu terminei meio em choque o volume um e agora to tremendo ainda pra ler o volume dois, do autor que é blaster famoso e finalmente consegui ler um livro dele: Mundo sem Fim.

Titulo Original: Word without end
Autor: Ken Follett
Editora: Arqueiro

"Uma guerra que dura cem anos. Uma praga que devasta um continente. Uma rivalidade que pode destruir tudo.

Na Inglaterra do século XIV, quatro crianças se esgueiram da multidão que sai da catedral de Kingsbridge e vão para a floresta. Lá, elas presenciam a morte de dois homens. Já adultas, suas vidas se unem numa trama feita de determinação, desejo, cobiça e retaliação. Elas verão a prosperidade e a fome, a peste e a guerra. Apesar disso, viverão sempre à sombra do inexplicável assassinato ocorrido naquele dia fatídico.

Ken Follett encantou milhões de leitores com Os Pilares da Terra, um épico magistral e envolvente com drama, guerra, paixão e conflitos familiares sobre a construção de uma catedral na Idade Média. Agora Mundo Sem Fim leva o leitor à Kingsbridge de dois séculos depois, quando homens, mulheres e crianças da cidade mais uma vez se digladiam com mudanças devastadoras no rumo da História.

“Um maravilhoso épico sobre a Inglaterra medieval. Altamente estimulante.” – The Washington Post

“Um imenso elenco de personagens realmente memoráveis. Apesar de ser tentador, este não é um livro para ser devorado de uma vez só, mas saboreado por todo o drama, profundidade e riqueza.” – Library Journal"


Eu morria de curiosidade pra ler um livro do Ken, resenhas apos resenhas apenas tecendo elogios sobre os livros dele, quando a Sarah me passou a oportunidade de leitura dele, eu sem pestanejar escolhi ele.
E nossa, eu estou até agora sem saber muito bem como explicar tudo que aconteceu durante a leitura.
É um livro incrivelmente denso de informação, escrito de tal forma que você mergulha na leitura e se vê preso em um mundo de pecados escondidos entre paredes sagradas, planos sombrios, personagens incrivelmente intrigantes e uma era feudal como nunca antes. Apesar de ser uma continuação de Os Pilares da Terra, que infelizmente eu não li, este livro pode ser apreciado mesmo assim, já que se passa logo depois do fim da construção da catedral, e tem inicio uma historia totalmente nova com um novo enredo. 

Escondidos em uma moita na floresta, lugar que sempre foi proibido para crianças frequentarem, quatro jovens acabam sendo testemunhas de uma assassinato na floresta e apesar de nunca terem se visto antes, passam então a fazer parte de um pacto de silencio, onde juraram jamais contar a ninguém o que viram nem o que ouviram.
Anos apos o acontecido, temos agora quatro jovens, com vidas rumando por caminhos completamente diferentes e que sabem que tiveram a vida modificada por aquele evento fatídico anos atras.

Merthin e seu irmão Ralph estão prestes a seguir caminhos diferentes, enquanto Ralph esta esperando para se tornar um cavaleiro, Merthin se torna aprendiz de carpinteiro e esta não é a unica coisa que separa os dois irmãos. Enquanto Merthin sempre foi tranquilo e é habilidoso o bastante para logo se tornar um grande aprendiz, Ralph nunca escondeu a personalidade agressiva e extremamente violenta. Eles são a prova de que muitas vezes, a vida ajuda muito a formar o carater de cada um e que muitas vezes, nossos piores inimigos somos nós mesmos.

Desde que se conheceram na floresta, Caris se viu encantada por Merthin e agora ambos estão em um relacionamento amoroso. Mas Caris, apesar de gostar muito de Merthin, não é como as moças de sua época e não tem os ideais românticos de se tornar uma dedicada esposa para cuidar da casa e do marido. Ela é ambiciosa, com planos de ser mais do que apenas uma mulher com uma vida comum. Muito inteligente, ela é um dos personagens mais cativantes de toda leitura, mostrando seus talentos para negócios, apesar de todos quererem que ela se concentre em se tornar uma boa esposa, ou no minimo uma freira com a vida fechada em um convento e seus devaneios de ser uma mulher poderosa sejam enfim abafados. 

Gwenda, só deseja uma vida livre de problemas e complicações. Com uma vida sempre complicada a merce de homens mais fortes que ela, um pai violento e uma vida conturbada, ela é o retrato puro da vida de uma mulher pobre na era feudal, sem muitas escolhas e com um futuro longe de ser promissor. Mas apesar de tudo, ela tem determinação para continuar seguindo em frente, mesmo que tudo pareça estar cada vez desabando mais.

"Sentir fome era pior do que ser açoitada... doía por mais tempo."

Existe uma porção de personagens significativos no livro, mas que eu teria que fazer um texto para cada um deles, mas um que me chamou muito a atenção foi Godwin, que apesar de ser um estudante a monge, se mostra uma pessoa muito talentosa para criar intrigas e sabe muito bem como usar as situações sempre a seu favor, conseguindo assim alem de se favorecer dentro dos muros da igreja, uma maneira de controlar as coisas ao seu redor.

Na verdade, o livro gira em torno dos muros da capela, que apesar de ser considerado um local sagrado, suas paredes são cheias de rachaduras por conta dos pecados dentro e fora dela. Com alfinetadas severas a igreja e seus domínios, Ken não poupou detalhes e linhas para falar sobre assuntos como a pedofilia, homossexualismo, a manipulação dos mais pobres em um mundo onde o dinheiro é a palavra de lei, um Rei cruel que só pensa no próprio bolso, temos cenas impressionantes sobre violência sexual e abusos que eu tive que parar pra poder respirar tranquilamente varias vezes enquanto lia. E como eu li apenas o volume um ainda, posso dizer que ele se encerra em um momento decisivo na vida da maioria dos personagens, que pouco a pouco vão se interligando cada vez mais, e teias e terias de mentiras, segredos e revelações vai se desmembrando cada vez mais. 
Não tenham duvidas de que eu já iniciei a leitura do segundo volume e já sei que preciso de todos os outros livros do Ken.

E é só por hoje seus lindos <33
Bjoos e até breve!
#Lih_Maria

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

#Onde o Amor se Esconde

Oii seus lindos tudo bem?? Como estão passando a semana??
Espero que tudo bem =DD
E eu estou aqui hoje, com a resenha do primeiro livro de 2016, que me arrependo de ter levado tanto tempo para poder ter lido. 
Com um cenário Paulista muito bem montado e personagens alem do cativante: Onde o Amor se Esconde.

Autora: Veridiana Maenaka
Editora: Verus

"Na São Paulo do início do século XX, a jovem Glória sonha com o amor, ao contrário de sua amiga Marisa, cujo desejo é viver tão livremente quanto os homens.
Glória, de família tradicional, se casa com o homem escolhido por seu pai. Rico e ambicioso, porém emocionalmente distante, esse homem vê na esposa apenas uma prova de sua ascensão social. Incapaz de dar um herdeiro ao marido, Glória vive uma rotina de violência crescente, enquanto Marisa se casa com o pretendente que escolheu, um notório libertino.
A infelicidade de Glória a torna suscetível à sedução de outro homem, e eles têm um encontro avassalador, marcado pela descoberta sexual da jovem. Envolvida em uma trama de luxúria, Glória pode conhecer um prazer jamais imaginado, mas será essa a sua chance de viver um grande amor?"

Eu não vou repetir que eu amo romances de época, mas eu confesso que este me encantou desde o começo, justamente por ser um livro nacional!
Passado em uma São Paulo onde quem comandava era os grandes barões do café e homens de negócios, as mulheres eram apenas para casamentos arranjados para gerar novos barões ou então eram as mulheres em bordeis usadas para diversão e sem valor algum.

É justamente neste cenário que temos uma historia muito bem elaborada, temos personagens tão cativantes, tão únicos que tornam a leitura dinâmica a ponto de eu não querer largar a leitura até o momento em que o livro acabou. Um livro onde a violência é mostrada em sua verdade nua e crua sobre o que acontecia dentro das paredes nas grandes mansões invejadas por todos, e o prazer e o amor, muitas vezes, são sonhos distantes ou é encontrado apenas nos braços de alguém fora do casamento, mas isso, anda de mãos dados com o perigo e coma  contante ameaça de morte.

Maria da Gloria é uma jovem com ideais românticos em sua época, e sonha em encontrar um marido como os dos livros que ela lê, e vê em Erasmo Galvão o home perfeito para tal papel. Dono de fazendas e cheio de negócios, seu pai logo vê nele o ideal de um genro perfeito, e não demora o casamento é arranjado. Mas passado a fase de cortejo e mal a tinta no cartório secou, para que o galante Erasmo, mostre sua verdadeira face e torne a vida de Maria um verdadeiro inferno. 
Erasmo se mostra um homem abusivo, violento, e tortura dia apos dia Maria, a trancando dentro de um quarto e a violentando dia apos dia. E mesmo com os empregados na casa, ninguém aprece se opor ao que acontece dentro da bela mansão, já que uma vez casada, Maria passa a ser propriedade de Erasmo e como tal, ele se vê no direito de acabar com a vida dela, surra apos surra, estupro apos estupro e ela se parece já condenada a morte, muito antes de sua vida de verdade começar. E quando finalmente, apos uma surra que dilacerou as costas de Maria e ela foi largada sangrando para morrer, ela é finalmente salva e agora, ela tem um unica oportunidade de se livrar de tudo isso.

"Não posso com a dor e não posso com a morte. Talvez seja fácil os realmente desesperançosos, os que de fato desistiram. Descubro que não sou uma desistente. Quero viver."

Ao contrario da vida sofrida que Maria leva, sua amiga de infância, Marissa, esta se casando com Cesár, um homem muito rico e que parece completamente apaixonado, mas que possui a fama de libertino, e para choque da maioria, parece que Marissa não se incomoda nem um pouco com o estilo de vida do marido, e o mais impressionante para todos da época, é que corre os boatos de que ela muitas vezes, participa das atividades devassas junto com o marido. E é Marissa, quem ajuda Maria nos primeiros passo na descoberta de que existe prazer no sexo e muito mais alem do que Erasmo sempre a sujeitou, quando ela apresenta o irmão de Cesár, Fernando a Maria, e ela tem a chance de experimentar pela primeira vez a alegria de compartilhar a cama com alguém que não esta interessado em nada alem da felicidade dela. 

A descoberta do prazer de Maria é um momento extremamente emocionante, já que para uma jovem que passou a vida em meio ao cativeiro que sempre esteve ao seu redor, esta pequena rendição é como um bote em um oceano de crueldades, mas não demora muito, Maria descobre os verdeiros planos de Marissa, que estão embolados em uma teia de sexo e mentiras que parece totalmente abominável a Maria, que ainda acredita na existência do amor, e parece que ela esta prestes a encontrar o amor onde ela nem mesmo nunca procurou, e é com Marcelo, que agora Maria, ira descobrir o que significa o amor de verdade.

"De súbito, vejo-o como nunca vi antes e prendo a respiração, sentindo o corpo todo acusar-me: fingida, sonsa, dissimulada!"

O livro é dividido em três partes que são Dor, Prazer e Amor e que são muito bem representadas por tudo que acontece na vida de Maria até que chegamos ao final do livro e que eu me senti como alguém que passou o tempo todo ouvindo como se um conhecido estivesse me apresentando a uma historia de alguém poderia estar próximo de mim o tempo todo. Cheio de intrigas, mortes, luxuria e um romance mais que bem montado, os personagens interagem ente si de maneira quase que teatral e o livro passou a ser extremamente visual  mesmo nos momentos mais difíceis de se acompanhar como a violência extrema sofrida, até os momentos de romance são muito bem escritos e no momento em que ele acabou sabia que tinha ali, um novo livro favorito.

"- Obsessão é fome. Onde há fome, não há ética nem pudor. A fome só se satisfaz com o abate, com a destruição."

E é só por hoje seus lindos.
Um bjo e até breve amores <33
#Lih_maria

sábado, 2 de janeiro de 2016

#O Estreito do Lobo

Heeey gente linda tudo bem??
Antes de mais nada, quero desejar a todos vocês um FELIIZ ANO NOVOOO \O/
E aqui estamos no Chá com Bolacha, com mais um ano entrando e partiu começar ano lacrador!!

Então, vamos a primeira de muitas resenhas de 2016. E abrindo este ano, com o livro que encerrou minhas leituras de 2015: O Estreito do Lobo.

Titulo Original: Le détroit du loup
Autor: Oliver Truc
Editora: Tordesilhas

"No premiado Quarenta dias sem sombra, o francês Olivier Truc apresentou a dupla de policiais Klemet Nango e Nina Nansen às voltas com o assassinato de um criador de renas. Em O estreito do Lobo, sua segunda aventura na gelada Lapônia, os detetives precisam investigar um afogamento. Sem se convencerem de que foi um acidente, Klemet e Nina se envolvem em uma trama que vai muito além do conflito entre criadores de renas e gente da cidade, entre lapões e estrangeiros, entre o dinheiro e a tradição cultural milenar dos samis. Numa terra longínqua e peculiar, às vésperas de passarem três meses sem que o sol se ponha, Nina e Klemet estão com os nervos à flor da pele e vão precisar de todas as forças para desvendar o mistério."

Eu peguei este livro sem saber que ele pertencia a uma serie policial, e sem saber também que este era o segundo livro. Mas pesquisando depois um pouco mais, percebi que apesar de ser uma serie, um livro não tem ligação com o outro a não ser o cenário e alguns nomes já conhecido. E para ser sincera, eu estou doida agora pelos outros livros do Truc, porque sua narrativa é totalmente envolvente, cheia de mistérios, onde as crenças sagradas e a ambição dos homens se chocam com uma cultura que muitos agora veem como um problema e nada mais em suas terras. Temos também um cenário atípico, onde as horas de luz do Sol influenciam diretamente no comportamento da pessoas, já que depois de dias tendo quase 20 horas de luz do dia incansáveis, a mente começa a pregar peças e trás a verdade o pior lado de cada um.

Os samis são o povo mais antigo da Lapônia e se movem de acordo com suas tradições, e a mais antiga delas, é a criação de renas, que agora em meio a primavera, precisam fazer a perigosa travessia no Estreito do Lobo para alcançarem os pastos verdes e continuarem sua jornada. Mas agora, tudo esta perdido quando Erik Steggo, um dos mais jovens criadores sami, acaba morrendo afogado na travessia, apos alguma coisa ter assustados as renas durante a travessia e em meio ao desespero dos animais que se afogavam, a vida de Erik também foi levado pelas águas congelantes.

Os policiais Klemet Nango e Nina Nansen são chamados para descobrir o que poderia ter assustado as renas e principalmente investigar a morte de Erik, o que até então poderia ser um caso simples de afogamento por conta da perigosa travessia. Mas ao que aprece, existe bem mais por trás de uma morte que parecia acidental e em meio a águas congelantes e renas afogadas, um mistério esta se formando e as coisas toam um rumo ainda pior quando o prefeito da cidade, é encontrado também morto perto do local da morte de Erik.
Klemet é um homem duro, que conhece muito sobre os sami, já que sua família foi expulsa de dentro de sua própria cultura, e parece que isso é algo que nunca o tempo sera capaz de curar. E apesar do medo de novas mortes possam acontecer, outros mistérios parecem os perseguir, e ele percebe que tudo aqui que os sami mais respeitam parece estar sendo brutalmente massacrado e alguém esta perto de por um fim as antigas tradições e cultura deles. 

"- O que fizemos foi apenas deixar as marcas dos nossos passos, tão leves e fugazes quanto possível, desde milhares de anos, para que esta terra continuasse a nos alimentar."

Nina alem dos mistérios de sua investigação, esta também presa ao passado, mas de forma diferente. Ela encontra em meio a tudo isso, respostas sobre a verdade que envolve o desaparecimento de seu Pai sua vida, e parte em busca de respostas. Mas as vezes, em família, é onde se encontra as piores verdades. Ela esta também cada vez mais afetada pelos efeitos da contante luz solar e a cada ela parece mais e mais tensa. Mas ela pode contar como apoio que Klemet lhe dá, e agora, ela precisa manter a cabeça no lugar para desvendar todos os crimes e mistérios a sua volta.

Longe dos pastores de renas e suas tradições, esta o mergulhar da industria petrolífera Nils Sormi, que mesmo sendo um sami, prefere apagar tudo sobre sua cultura e se posicionar a frente de tudo isso, se tornando garoto propaganda da grande corporação d petróleo que vê o futuro promissor das terras congeladas. Mas aprece que o passado esta sempre batendo de frente com o seus ideais, já que é ele quem retira seu antigo amigo Erik da água. Nils é um dos primeiros de muitos personagens contraditórios do livro. Apesar de ser um sami, ele abandonou tudo sobre sua cultura e colocou o dinheiro acima de tudo que mais importa para ele. Apesar de ainda viver na mesma cidade, ele sabe que a maioria o rejeita e não tem problema nenhum com isso. É um personagem muito orgulhoso e um tanto arrogante, mas se ve em meio a bagunça da morte de Erik, quando dois membros da industria ao qual ele trabalha, também são mortos, mas no que aprece um acidente dentro de uma camará de descompressão, e um deles é ninguém menos que seu chefe, o texano Bill Steel, e de uma hora para outra, ele passa a receber mensagens estranhas em seu celular.

Cheio de tramas muito bem elaboradas, onde homens ambiciosos estão apostando todas as suas fichas no petróleo, e que mais e mais, se apossam de terras que a muito tempo são cultuadas e que deixam cada vez menos espaço para manter vivas antigas tradições. Também é um livro cheio de criticas ao capitalismo predatório e seu envolvimento em desavenças entre povos de uma mesma terra, a destruição de uma cultura inteira pelo bem o crescimento industrial, e os danos as pessoas que não conseguem se adaptar a uma vida longe de tudo aquilo que acreditam e que foi a unica coisa que conheceram. É um livro extremamente intrigante, carregado de paixão e de magnetismo, que nos prendem desde a primeira pagina até a ultima e não deixa de surpreender nem por um minuto.

E é só por home amoores!
Feliiiz ano novo e bjoos <33
#Lih_Maria

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

#O Presente do Meu Grande Amor

Heeey seus lindos tudo bem?? Todos prontos para Natal?? Já terminaram as compras, separaram a roupa pra dar voltinhas na sala??
Tudo lindo então \O/
E venho eu aqui, em pleno clima natalino, trago um livro com o melhor de contos natalinos: O Presente do Meu Grande Amor.

Titulo Original: My True Love Gave to Me
Autores: Rainbow Rowell, Kelly Link, Matt de la Peña, Jenny Han, de Stephanie Perkins, David Levithan, Holly Black, Gayle Forman, Myra McEntire, Kiersten White, Ally Carter, Laini Taylor.
Organização de: Stephanie Perkins
Editora: Intrinseca

"Se você gosta do clima de fim de ano e tudo o que ele envolve, presentes, árvores enfeitadas, luzes pisca-pisca, beijo à meia-noite, vai se apaixonar pelo livro. Nestas doze histórias escritas por alguns dos mais populares autores da atualidade, há um pouco de tudo, não importa se você comemora o Natal, o Ano Novo, o Chanucá ou o solstício de inverno. Casais de formam, famílias se reencontram, seres mágicos surgem e desejos impossíveis se realizam. O pessimismo não tem lugar neste livro, afinal o Natal é época de esperança."


Gente, quando eu peguei esse livro, era começo do ano ainda, mas eu li tudo devagarinho e quando acabei, eu sabia que ele era um livro pra falar dele agora, faltando tão pouco para o Natal.
Cada conto, traz sua marca registrada de cada um dos autores, do fantástico mundo onde tudo é possível, aos romances nascidos em pleno Natal para os corações que acreditam.
Mas existe uma coisa em comum em cada uma das doze historias aqui: todas elas fala sobre a esperança e a beleza natalina em seu momento mais suave.

Se deixamos um único acontecimento da nossa vida nos definir, tudo o que precisamos para mudar as coisas, se queremos mudar as coisas, é de outro acontecimento.

Temos feiticeiras malignas que prenderam para sempre na nevasca o grande amor de alguém, um garoto judeu que se veste de Papai Noel para ajudar seu novo namorado, temos uma menina tentando reerguer a Mãe depois de ver ela ter ser coração partido, duendes trabalhando freneticamente e se apaixonando, e em cada um, uma pequena luz que só o Natal tem para poder ajudar os personagens a resolver seus problemas, para trazer a alegria de volta uns aos outros, para em mundo caótico, ter um momento de felicidade em meio as luzes e cores que só esta época do ano tem.

"De todas as coisas e pessoas de que sentia falta ultimamente, era estranho ver a si mesma no topo da lista."

Eu tenho três contos que eu sempre estou relendo por motivos de que, são incrivelmente cativantes.
Em "Anjos de Neve", temos um casal que se conheceu ao acaso, já que Shy é o garoto latino que para conseguir dinheiro e continuar dizendo a seu Pai que esta tudo bem, se torna babá de gatos e esta agora cuidando de um no Natal, quado bate na porta Haley, vizinha do dono do apartamento e que esta com o chuveiro quebrado. Os dois são um casal com uma química unica e claro, nada mais romântico que ceder seu chuveiro para uma desconhecida. Existe muito mais em Shy do que apenas parece e ele é melancolicamente adorável e uma historia incrivelmente fofa.

"É um Milagre de Yule, Charlie Brown" conta a historia de Marigold Moon Ling que esta procurando uma arvore de Natal perfeita. Desde que sua Mãe descobriu a verdade sobre o Pai dela, as coisas estão complicadas e sua Mãe esta completamente quebrada emocionalmente e agora, ela esta agindo como se não existisse mais Natal. Mas ela agora conta com a ajuda, esmo que sem querer de North Drummond, filho do dono da loja de pinheiros para enfim consegui a arvore perfeita, e ela tem a chance de se aproxima de alguém para enfim voltar a se sentir uma menina normal e agora, ela terá grandes surpresas em seu pequeno milagre de Natal.

"A Dama e a Raposa" é um dos contos com magia verdadeira de Natal, Miranda esta determinada a descobrir a verdade sobre o estranho e incrivelmente lindo garoto que sempre aparece todos os Natais apos a nevasca e logo depois, desaparece. Miranda sempre passa as festas na casa de seus excêntricos familiares, já que sua Mãe esta presa, e agora, já se passaram anos e ela sabe no fundo de seu coração, que o garoto precisa de sua ajuda e que agora, depois dele deixar para trás uma pista para ela, que algo magico esta envolvido com nevasca e seu amor verdadeiro.
Em poucas paginas, temos uma historia de Natal cheia de milagres e uma feiticeira que gosta de aprisionar tudo que é belo.

"Há neve falsa e neve verdadeira. A neve verdadeira esta se misturando à falsa. A magia falsa de Miranda e a magia real."

Este é mais um daqueles livros que como presente de Natal, sei que não vai falhar e com certeza, todo mundo vai ter seus contos favoritos e aqueles que vão deixar seu Natal ainda mais feliz.

E é só por hoje, e um Feliiiz Nataal pra vcs seus lindos <33
Bjoos!
#Lih_maria

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

#O Ultimo dos Canalhas

Heey seus lindos tudo bem?? Ultima Sexta feira antes do Natal da pra acreditar??
Já fizeram as compras?? Receberam presente de amigo secreto e tudo mais?? Espero que sim, porque aqui a gente sem faz isso na véspera é sempre uma loucura xD
Então, e tem resenha nova hoje, da serie dos Canalhas: O Ultimo dos Canalhas.

Titulo Original: The Last Hellion
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro

"O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.
Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.
Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a derrota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação."


Eu sou completamente apaixonada pelos livros da Loretta. Com um senso de humor incrível e uma historia totalmente envolvente, cada livro é uma pequena surpresa, cheia de personagens cativantes e momentos divertidos. Com diálogos cheios de sarcasmo e alfinetadas uns nos outros, só tenho elogios para esse livro.

Lydia Grenville é uma das poucas mulheres jornalistas de sua época, e apesar de ser a escritora de um maiores sucessos do jornal, ela prefere o anonimato e agora, esta decidida a desmascarar a podridão dos becos de Londres, principalmente, retirar de circulação a terrível cafetina Coralie Brees que já assassinou cruelmente diversas meninas e escravizou muitas outras. Mas para isso, Lydia precisa chegar cada vez mais perto e para isso conta com amigos que são bem pouco fora do comum para uma lady, de prostitutas famosas a ladra renomadas, ela conta ainda com sua enorme mastim Susan.
Ela esta tentando salvar uma menina das mãos de Coralie, quando é cercada por espectadores e entre eles, ninguém menos que libertino Vere Mallory, que ao tentar beija-la, acaba sendo nocalteado por ela na frente de todos e agora é o mais novo motivo de chacota da cidade.

“Aquela criatura insolente achava que tinha vencido – e todo mundo devia pensar isso também. Em poucas horas, toda Londres ouviria dizer que uma mulher havia derrubado Ainswood, o último dos canalhas da família, de bunda no chão.” 

Lydia esta bem acima de sua época, pensa sempre nos pobres e necessitados pela cidade e vive tentando ajuda-los com suas matérias no jornal. Feminista e com uma mente que trabalha muito rápida para respostas sarcásticas, ela  esta longe de ser uma mocinha em perigo, até porque, ela é incrivelmente alta e também é uma mestra nos desfaces, chegando até a se vestir de homem ou de cigana para poder agir sem que descubram sua verdadeira identidade.
Ela é extremamente divertida e incrivelmente encantadora e rapidamente se tornou uma das minhas personagens favoritas.

 Vere Mallory, Duque de Ainswood, faz jus ao titulo de ultimo lorde dos canalhas. Famoso pelas brigas e confusões que parecem o acompanhar onde quer que ele vá, tudo em sua aparência indica desleixo e ele gosta disso. Apesar do titulo de Duque, era algo que ele nunca quis ter recebido, já que todos os que pareciam ser destinados a ele antes dele, morreram e morte apos morte, Vere fechou cada vez mais seu coração para as outras pessoas e prefere agora a companhia de bêbados e outros libertinos.

"Ele era um bárbaro, sem duvida, pensou Jaynes. Ainswood pertencia às hordas de vândalos que haviam saqueado Roma."

Só que agora, a confusão que ele arrumou vai mexer com seu coração para sempre, já que ele acaba de ser nocalteado por Lydia em um beco e agora, parece que ele esta destinado a cruzar o caminho dela mais vezes do que gostaria, e por algum motivo, ele consegue ver sempre através de seus disfarces e mesmo sem querer, ele acaba ajudando ela mesmo que as vezes pareça ser contra vontade.
Mas as coisas começam a mudar e fica cada vez mais difícil resistir a atração que ele tem por Lydia. E não posso deixar de dizer que os apelidos que ele carinhosamente coloca nela são sempre hilários, desde Gorgona, Mulher Dragão a Vossa Alteza dos Coitados. Um melhor que o outro.

"Ele a beijara antes, mas fora em público, diante de uma plateia irrequieta e seus lábios mal tinham se encontrado antes que ela recuperasse a razão. 
Dessa vez não havia espectadores para mantê-la fria e concentrada. Dessa vez havia apenas a escuridão, o silencio e a pressão quente, insistente, daquela boca."

A atração entre Vere e Lydia é clara, mas um não da o braço a torcer pelo outro e ainda, Lydia tem um segredo sobre sua linhagem que ela quer a todo custo que fique oculta.
Temos também a aparição de Dain, estrela do Príncipe dos Canalhas, temos lutas contra cafetinas maldosas, ladys fugitivas e situações únicas que só lendo para descobrir.

E é só por hoje amoores!
Bjoos e até breve!!
#Lih_maria